PERGUNTAS FREQUENTES: ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA

Veja aqui as principais dúvidas e perguntas frequentes sobre energia solar fotovoltaica.

QUANTO CUSTA A ENERGIA SOLAR?

Os sistemas de energia solar são dimensionados exclusivamente a cada projeto de acordo com o consumo elétrico que precisa ser atendido e outras características relacionadas ao imóvel e local de instalação. Todas essas informações são calculadas pela empresa de energia solar para definir o tamanho e preço final do seu sistema fotovoltaico.

COMO FUNCIONA O SISTEMA DE ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA?

Os sistemas de energia solar funcionam a partir de um painel fotovoltaico e outros equipamentos do kit solar que convertem a luz do sol diretamente em energia elétrica. Essa energia pode suprir até todo o consumo elétrico de uma casa, empresa, propriedade rural ou mesmo uma indústria. 

COMO EU FAÇO PARA INSTALAR ENERGIA SOLAR?

A instalação de um projeto fotovoltaico é feita por empresas especializadas em energia solar, que cuidam de todas as etapas técnicas e burocráticas do processo e entregam para você o sistema já funcionando. 

 

O SISTEMA DE ENERGIA SOLAR FAZ BARULHO?

Não, ele é super silencioso. O painel solar produz energia através de um processo fotoquímico, e não mecânico, que não produz barulho algum.

EU POSSO LIGAR SOMENTE O MEU AR-CONDICIONADO OU GELADEIRA COM ENERGIA SOLAR?

Tecnicamente, não. O sistema de energia solar é conectado no quadro de luz do imóvel e a energia que o painel produz é distribuída por toda a sua casa ou empresa, alimentando tudo o que estiver conectado na tomada. No entanto, é possível dimensionar o seu sistema de modo que ele produza apenas a quantidade de energia que é consumida pelos aparelhos de ar-condicionado.

COMO O SISTEMA DE ENERGIA SOLAR FUNCIONA A NOITE?

O sistema de energia solar não produz energia durante a noite e, nesses períodos, a sua casa ou empresa é atendida pela energia da distribuidora. Durante as horas do dia, o seu sistema segue produzindo energia e todo o excedente (o que não foi consumido) é injetado na rede, emprestado para a distribuidora e convertido em créditos para você. Ao final de cada mês, os créditos são automaticamente utilizados para compensar a energia consumida durante a noite, o que proporciona uma economia de até 95% na conta de luz.

 

EU CONSIGO “ZERAR” A MINHA CONTA DE LUZ COM UM SISTEMA DE ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA CONECTADO NA REDE?

Não. Por lei, todos os consumidores conectados à malha elétrica devem pagar pelo custo de disponibilidade da rede, incluindo os consumidores com gerador de energia solar. Essa taxa mínima de luz, como é conhecida no popular, é a forma de arrecadação utilizada para cobrir os custos com a manutenção e reparos da rede, e com a iluminação pública. Dessa forma, mesmo que o seu sistema consiga suprir todo o consumo de sua casa ou empresa, a sua conta de luz nunca será “zerada”, embora a redução do valor possa chegar em até 95% todo mês. 

De acordo com a Resolução Normativa N°414, de 09 de setembro de 2010, artigo 98, o custo de disponibilidade deve ser calculado por um consumo mínimo em kWh convertido em reais pelo valor da tarifa vigente, segundo as regras: I – 30 KWh conexões monofásicas (2 Condutores) II – 50kWh para conexões bifásicas (3 condutores) III – 100kWh para conexões trifásicas. 

SE ATÉ O FIM DO MÊS EU PRODUZIR MAIS ENERGIA DO QUE EU CONSUMI EU POSSO VENDER ESTE EXCEDENTE PARA A DISTRIBUIDORA?

Não, de acordo com a Resolução 482 da Aneel, toda energia excedente que for injetada na rede elétrica será utilizada pela distribuidora e, ao final de cada mês, convertida em créditos para você. Esses créditos serão automaticamente aplicados para compensar a energia que você consumiu da rede naquele mês e, caso sobrem, continuam válidos por até 60 meses.
Dessa forma, é possível aproveitar os saldos de créditos gerados em épocas com mais horas de sol para compensar meses com menos radiação solar e menor produção do sistema.

SE ACABAR A LUZ DA RUA O MEU SISTEMA DE ENERGIA SOLAR CONTINUA FUNCIONANDO?

Para sistemas fotovoltaicos conectados à rede (on grid), a resposta é não.  Nessa configuração, o gerador trabalha em paralelo com a rede elétrica e é dotado de um mecanismo de proteção chamado de anti-ilhamento, que cessa a operação do sistema até que a energia da rede seja reestabelecida. Isso é necessário para evitar acidentes ou danos ao seu sistema. 
Futuramente, após a regulação do uso de baterias em sistemas on grid, será possível utilizar a energia solar armazenada para suprir o consumo do imóvel em momentos que a rede esteja sem energia. Esse tipo de gerador é chamado de sistema fotovoltaico híbrido e possui um custo de instalação mais alto devido ao valor das baterias.

 

E SE HOUVER UM RACIONAMENTO DE ENERGIA? O SISTEMA DE ENERGIA SOLAR ME AJUDA?

Sim. Em 2001, quando tivemos a primeira Crise de Energia, o governo estabeleceu um limite máximo de consumo para as residências e quem ultrapassasse pagava multa. Se você tem um gerador de energia solar você produz a sua energia e não paga multa se houver racionamento de novo.

QUANTOS ANOS DURA UM SISTEMA DE ENERGIA SOLAR FOTOVOLTAICA?

A durabilidade de um sistema fotovoltaico está atrelada a qualidade e vida útil dos seus principais equipamentos. 

As placas (módulos) solares de qualidade possuem garantia de fábrica que garantem seu funcionamento por pelo menos 25 anos, embora possam continuar gerando energia por várias décadas.   

Já o inversor solar, que apresenta maior desgaste, pode durar entre 10 e 15 anos. Ao final desse prazo, basta realizar a troca do equipamento para continuar aproveitando o seu sistema. 

Para obter a máxima eficiência e durabilidade do sistema, é necessário que ele receba as manutenções periódicas. 

SE ACABAR A LUZ DA RUA O MEU SISTEMA DE ENERGIA SOLAR CONTINUA FUNCIONANDO?

Para sistemas fotovoltaicos conectados à rede (on grid), a resposta é não.  Nessa configuração, o gerador trabalha em paralelo com a rede elétrica e é dotado de um mecanismo de proteção chamado de anti-ilhamento, que cessa a operação do sistema até que a energia da rede seja reestabelecida. Isso é necessário para evitar acidentes ou danos ao seu sistema. 
Futuramente, após a regulação do uso de baterias em sistemas on grid, será possível utilizar a energia solar armazenada para suprir o consumo do imóvel em momentos que a rede esteja sem energia. Esse tipo de gerador é chamado de sistema fotovoltaico híbrido e possui um custo de instalação mais alto devido ao valor das baterias.

 

O QUE ACONTECE COM O SISTEMA FOTOVOLTAICO APÓS OS 25 ANOS DE USO?

Após os primeiros 25 anos o gerador solar pode continuar funcionando, embora com uma eficiência menor da que ele possuía no começo. Isso acontece devido à degradação natural do painel fotovoltaico pela ação do sol. Em média, as placas perdem 0,7% de sua eficiência por ano. A garantia padrão dos bons fabricantes é de uma perda máxima de 20% em 25 anos, ou seja, após esse período o seu painel solar poderá estar com uma eficiência de 80%.  

A MANUTENÇÃO DO SISTEMA DE ENERGIA SOLAR É CARA?

Não, como as manutenções dos sistemas fotovoltaicos são de baixa complexidade e pouco frequentes, elas não geram custos muitos elevados. 

Em média, o gasto anual com a manutenção do gerador de energia solar fica em torno de 0,5% do seu valor de aquisição.  

Quer mais detalhes? Confira a nossa página Tudo Sobre a Manutenção do Painel Solar 

QUAL A MANUTENÇÃO NECESSÁRIA APÓS A INSTALAÇÃO DO SISTEMA? QUAL O CUSTO DISSO? QUEM FAZ?

A manutenção mais frequente em um sistema fotovoltaico é a limpeza da superfície das placas solares, que deve ser realizada pelo menos duas vezes ao ano para otimizar a captação da luz do sol. Módulos muito sujos podem apresentar perda de até 25% da sua eficiência. 
Em regiões com chuvas escassas ou se o painel costuma apresentar sujeiras mais pesadas, como dejetos de pássaros, a limpeza pode ser mais frequente, até 4 vezes ao ano. 
Também existe a manutenção elétrica e mecânica do sistema, que deve ser feita uma vez ao ano para garantir a boa performance e durabilidade dos equipamentos. 
Todas essas manutenções devem ser realizadas por uma equipa técnica qualificada, com o uso das ferramentas corretas e os equipamentos de segurança necessários.